.

Una é um município brasileiro do estado da Bahia, seu nome significa, em Tupi-Guarani, Preto, uma alusão à coloração do rio que banha a cidade, o município foi criado em 2 de agosto de 1890, e o gentílico unense.

Esta na Mesorregião Sul Baiano, Microrregião Ilhéus-Itabuna, os Municípios limítrofes são Ilhéus, Buerarema, Santa Luzia, Arataca, Canavieiras, área 1 159,525 km², e sua população estimada é de 25 000 habitantes.

Una fica distante cerca de 550 km de Salvador, para se chegar até Una, saindo de Salvador, deve-se seguir pela BR-324 até o entroncamento da BR-101 em diração a Uruçuca, a partir daí, deve-se pegar a BA-001, e do aeroporto de Salvador saem vôos para Una.

A diversidade ambiental de Una permite a coexistência de várias espécies de animais, contendo inclusive espécies ameaçadas de extinsão. Dentre esses ambientes estão a Reserva Biológica de Una (Ecoparque de Una), constituída de mata atlântica, e a Reserva Particular do Patrimônio Natural Araraúna (Lençóis Belgas).

Praias de Una são o grande cenário deste município, são destaque a Praia de Serra Grande, com áreas boas para o surfe, e outras para banho. Praia de Una, muito bonita, com águas tranqüilas, mornas e esverdeadas, mata atlântica virgem e muitos coqueiros. Itapororoca praia de águas são esverdeadas e mansas, com poucas ondas. Praia de Acuípe com o rio Acuípe, bom para pesca e banho, e o mar, por sua vez, propicia práticas como caiaque. Praia da Ilha do Desejo ao sul, na foz do rui Acuípe, praticantes de naturismo tomam banho e pescam com muita tranqüilidade. Praia da Ilha de Comandatuba, paradisíaca ilha possui fauna e flora nativas, além de um amplo coqueiral, e o local é excelente para a prática de diversos esportes náuticos, como surfe.

A 18 de setembro de 1809, a Fazenda São José (antiga sesmaria), concedida a Maria Clementina Henriqueta pela rainha de Portugal Dona Maria, foi arrematada por Manoel de Souza. Começou, daí, a chegada de colonos alemães, austríacos e poloneses, formando-se, assim, com o nome de Una, posteriormente tragada pelo mar. Seus habitantes foram, então, obrigados a mudarem-se para um local mais seguro, distante quatro milhas, ao qual denominaram novamente de Una.

No dia 21 de julho de 1890, esse povoado foi elevado à categoria de distrito do município de Canavieiras e Freguesia de Santo Antonio da Barra.

Em 2 de agosto de 1890, houve o primeiro desmembramento do município de Canavieiras, com a criação do município de Una, sediado no local denominado Pedras (hoje povoado do mesmo nome). Por ter o desmembramento ocorrido sem a devida delimitação de terras do novo município, houve uma reanexação.

A lei estadual número 1.326 de 23 de agosto de 1923, proclamou a supressão e a transferência da sede do distrito para o povoado de Cachoeirinha e somente a 2 de agosto do ano seguinte, a lei estadual número 1.718 restaurou o município com sede na Vila de Cachoeirinha.

A 1º de janeiro de 1939, a Vila Cachoeirinha foi elevada à categoria de cidade, com a denominação de Una, cuja composição administrativa é constituída de três distritos: o da sede (cidade de Una), o de Arataca e o de Itatingui (ex-Pratas).

.

Prefeitura

Wikipédia

.

.

[mappress mapid=”14″]

Share on FacebookPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Tweet about this on Twitter
Related Articles
Scroll Up