Quixadá é um município brasileiro do estado do Ceará localizado na Mesorregião dos Sertões Cearenses, Microrregião Sertão de Quixeramobim, área 2.059,7km2, na latitude 4°58’, longitude 39°00’, e altitude de 189,98m.

quixada_002

Os limites são ao norte esta Canindé, no sul Banabuiú, a leste Ibaretama, no oeste fica Quixeramobim, e uma de suas características mais marcantes são formações rochosas, os monólitos, nos mais diversos formatos que “quebram” a aparente monotonia da paisagem sertaneja.

Suas origens remontam ao Século XVII, quando em 1968, Sesmarias marginais do rio Sitiá foram concedidas a fazendeiros originários do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco. Índios, entretanto, representados pelos Tapuias Canindés e Jenipapos, exerceram pressão contrária, forçando a deserção desses investidores, o que resultaria no aldeamento dos relutantes nativos para a Missão de Nossa Senhora da Palma (Baturité).

Com o abandono dessas terras, novas Sesmarias foram concedidas no mesmo local, desta vez os fazendeiros Manuel Gomes de Oliveira e seu companheiro André Moreira Barros (1705).

Em operação de compra e venda, realizada a 18 de dezembro de 1728, o Coronel Carlos Azevedo adquiriu terras no lugar denominado Quixadá. Em Segunda operação, realizada pelos herdeiros de Carlos Azevedo, essas mesmas terras foram vendidas a José Barros Ferreira (1747). E este, utilizando-se dos recursos materiais e humanos de que dispunha, situou fazenda e edificou capela, dedicando esta, ao orago de Jesus, Maria e José, gerando-se desse primitivo estágio a povoação.

A elevação do povoado à categoria de Vila provém da Lei nº 1.347, de 27 de outubro de 1870, sendo instalada no ano seguinte. A elevação à categoria de Município decorre da Lei nº 2.166, de 17 de agosto de 1889.

.

Prefeitura

Wikipédia

.

quixada_001

.

Related Articles
Scroll Up