Maravilha.

maravilha02

Maravilha é um município brasileiro do estado de Alagoas, população estimada 13.ooo habitantes, localizado na Microrregião de Santana do Ipanema e Mesorregião do Sertão Alagoano. Limites com Ouro Branco, Canapi, Poço das Trincheiras e Pernambuco, o aniversário da Cidade é em  2 de janeiro, o gentílico é maravilhense, distância da Capital é de 184 Km e altitude da Sede é de  362 m.

Uma fazenda para exploração da pecuária foi instalada por Domingos Gomes na sua sesmaria, em meados do século XVIII. Essa sesmaria abrangia terras que se estendiam da atual cidade de Dois Riachos, até cinco léguas além do local hoje ocupado pela sede municipal de Maravilha. Tempos depois alguns membros da família Limeira instalaram-se na região, contribuindo para o seu povoamento e desenvolvimento. Em seguida, chegaram Manoel Damião de Carvalho, sua mãe e seu irmão mais novo, Cosme Filho de Lusitanos que habitavam o Maranhão, Manoel Damião foi um dos grandes incentivadores do progresso do lugar.

Sob a liderança de Apolinário Vieira de Carvalho, o povoado atravessou uma fase úrea. Um intenso comércio de peles, a realização de movimentada feira e um descaroçador de algodão incrementaram sua economia de forma decisiva. Nessa fase foi criado um teatro, dirigido pela professora Eleonora Vieira de Carvalho, que intensivou enormemente as áreas de educação e de cultura. Foram encenadas peças com sucesso, para que, contribuiu, também, Atanagildo Brandão.

A povoação original era conhecida pelo nome de Cova dos Defuntos por causa da epidemia de cólera, no final do século XIX, que vitimou centenas de pessoas na região. Uma grande cova foi aberta para enterrar os cadáveres. Um missionário que passou anos mais tarde por ali afirmou que, ao contrário do que se pensava fora de lá, o lugar era uma maravilha, pelo povo, pelo clima e pela beleza do sítio. A observação do religioso envaideceu seus habitantes, que decidiram substituir o nome lúgubre por Maravilha.

Em 1930, foi erguida a matriz da Sagrada Família, padroeira local, substituindo a pequena capela original e foi construída juntamente com um cruzeiro, por Francisco Primo.

Em vista do seu crescimento, Maravilha foi elevada à condição de município autônomo pela Lei n°2.102,de 17 de Julho de 1958. Desmembrando de Santana do Ipanema, foi instalado oficialmente em 2 de Janeiro de 1959. O primeiro prefeito, nomeado para o período de 1959-1960, foi Fernando Rodrigues de Alcantâra. O primeiro prefeito eleito pelo povo foi Elesbão Barbosa de Carvalho,que governou de 1960 a 1965. Na luta pela emancipação, destacaram-se as atuações de Apolônio Vieira de Carvalho, José Vieira de Carvalho, Manoel Alcantâra, Fernando Alcantâra, Alípio Vieira de Carvalho e Elesbão Barbosa de Carvalho.

Maravilha possui um tesouro pré-histórico, fósseis de animais pré-históricos com mais de 10 mil anos, alguns a 1,2 metro do chão, foram encontrados por paleontólogos na cidade, além de sinais de que uma tribo indígena habitou a região por mais de 3 mil anos. A cidade possuí um Museu Paleontológico aberto ao público e diversas esculturas de animais gigantes estão espalhadas pela cidade.

.

maravilha05

maravilha01

maravilha04

maravilha03

.

 

Site Oficial

 

Wikipédia

 

.

[mappress mapid=”10″]

.

Share on FacebookPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Tweet about this on Twitter