Envira é um município brasileiro localizado no interior do estado do Amazonas, Microrregião: Juruá, Mesorregião: Sudoeste Amazonense, distante da capital, Manaus 1.206,2 km, população estimada de 18 500 habitantes sendo então o 44º mais populoso do estado e o quarto de sua microrregião, aniversário 31 de janeiro, fundação 19 de dezembro de 1955 e o gentílico é envirense. Municípios limítrofes Eirunepé, Pauini, e com os municípios do Acre de Feijó e Tarauacá.

Envira município brasileiro do estado do Amazonas.

A história do Município de Envira pode ser descrita com a trajetória social e política de um povo de raízes nordestinas, com a participação de remanescentes indígenas e de alguns imigrantes de outros locais determinantes da cultura popular, condicionante de muitos hábitos e costumes típicos das atividades de exploração do látex e do “status” que no regime de arrendamento predominava nos seringais.

São bem importantes a flora e a fauna do município, principalmente a primeira, na qual sobressaem a seringueira e madeira de boa qualidade como: aguano e o cedro. Na fauna citam-se, por exemplo: onça, maracajá, queixada e capivara. O município possui igarapés e lagos, para não falar no rio que lhe banha a sede em cujas águas podemos encontrar os mais belos matupás, salientando-se a Vitória-Régia, que sem dúvida alguma é um motivo de atração para quem visita a região.

Envira município brasileiro do estado do Amazonas.

A denominação do município originou-se do rio Envira, principal afluente do Tarauacá. Consta que entre os primitivos habitantes da região – Marauás, Canamaris, Catuquinas, Catauaixis e outros, havia uns índios anões cuja estatura de pouco mais de 1m e outros que eram dotados de um apêndice caudal, à semelhança dos símios.

Envira município brasileiro do estado do Amazonas.

A história do município de Envira pode ser descrita com a trajetória social e política de um povo de raízes nordestinas, com a participação de remanescentes indígenas e alguns imigrantes de outros locais dos determinantes da cultura popular, condicionante de muitos hábitos e costumes típicos das atividades de exploração do látex e do “status” que do regime de arrendamento predominante nos seringais.
Datam de meados do século XIX as penetrações pelo rio Juruá acima, chegando até a região onde se encontra Envira, promovidas pelos desbravantes dos primeiros seringais nativos do ciclo da borracha. Desta época até o término da II Guerra Mundial, quando cessou a vinda da última grande leva migratória, dos conhecidos “soldados da borracha”, os nordestinos representaram a principal força de trabalho e ocupação territorial da região, enquanto as populações indígenas foram gradativamente diminuindo, às margens do rio Tarauacá, afluente do Juruá.

.

Prefeitura

wikipedia

.

 

Scroll Up