Canutama é um município brasileiro do estado do Amazonas, localizada no sul do estado, na microrregião do Purus. À margem esquerda do rio Purus, 30 metros acima do nivel do mar, distante de Manaus, 535 Km em linha reta e 1.320 Km via fluvial. Com clima tropical chuvoso-úmido.

Como a grande maioria dos municípios brasileiros de pequeno porte, a economia de Canutama baseia-se no setor terciário. A cidade possui muitos comércios de pequeno porte, mantidos por habitantes da cidade e que influenciam bastante na economia. O funcionalismo público na cidade detém mais da metade da representatividade da economia. As raras exceções vem de pequenos empreendedores que chegam à cidade, montam negócio e conseguem se estabelecer. Exemplo dessa exceção são os chamados “marreteiros” (pessoas que, em regatões ou navio-motor, chegam aos municípios ribeirinhos e aproveitam a temporada anual de festejos para vender os seus produtos—geralmente roupas, calçados e outras novidades). Outros que fazem a economia da cidade girar são os funcionários do Estado,especificamente os professores e os profissionais da saúde. Além destes, há pequenos empreendedores locais (mercados, lanches, bares etc), agricultores, com o plantio de mandioca, abacaxi, cana-de-açúcar, feijão, milho, banana, abacate, laranja, limão etc.

Conta a lenda que Canutama que denominou-se nos seus primórdios Nova Colônia de Bela Vista. Foi fundada por volta do ano de 1874, por Manuel Urbano da Encarnação. A denominação Canutama “procede, segundo antigos habitantes, do fato de um índio de Tapauá vir com outros à viração de tartarugas e tracajás, e ai ter cortado o pé, exclamando: Canutama, Canutama, que tem por significado, pé cortado”.

.

Prefeitura

Wikipédia

.

Share on FacebookPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Tweet about this on Twitter
Scroll Up