Aceguá no dialeto Tupi- Guarani significa “yace-guab” e possui diversos significados: um deles ‘Lugar de Descanso eterno’, indicando o local que os indígenas escolhiam para viver seus últimos dias, por ser um lugar alto que proporcionava alentadora visão panorâmica da região e proximidade com o céu (provável cemitério indígena); outro significado é ‘terra alta e fria’, características geográfica e climática do local;  mais outra interpretação é ‘seios da lua’ por ser local com cerros altos (Serra do Aceguá).

Existe também no folclore popular da região, outra explicação para a origem do nome Aceguá, que por ser uma região de abundância de uma espécie de lobo pequeno, denominado “Guará ou Sorro“ que possui um uivo característico, e por ser há mais de dois séculos “El Camino de Los Quileros” (contrabandistas castelhanos e portugueses, que circulavam com mercadorias em lombo de cavalos, conforme as demandas de cada um dos mercados da banda Ocidental e Oriental da fronteira). Estes ao passar pelos cerros e ouvir o uivo dos “Sorros “ diziam, “Hay um bicho que hace guá”.

A região se desenvolveu graças à interação comercial entre Brasil e Uruguai. Em 1986 o povoado foi elevado à categoria de vila pelo Parlamento Uruguaio. Situado a 60 km de Bagé, na divisa do Brasil e o Paraguai.

wikipedia

Prefeitura Municipal

Link

[googleMap name=”Aceguá” description=”Cidade do estado do Rio Grande do Sul” width=”560″ height=”500″ directions_to=”false”]Aceguá, Rio Grande do Sul, Brasil[/googleMap]

Scroll Up