A origem do povoamento relaciona-se com romarias promovidas por dona Emerenciana, em devoção a Nossa Senhora da Abadia, no ano de 1870. No início, as orações aconteciam em casa. Depois, foi construída uma capela, em torno da qual se fixaram os primeiros habitantes, procedentes, na maioria das vezes, da cidade de Corumbá e do Estado de Minas Gerais.

Em 31 de dezembro de 1943, o povoado foi elevado à categoria de distrito, com a denominação de Abadiânia. Em 20 de outubro de 1953, tornou-se município.

Na década de 1960, iniciou-se movimento para garantir a transferência da sede do município. A proposta de mudança resultou do descontentamento dos moradores em relação às condições de acesso. Dessa maneira, aos poucos foram construídas as primeiras habitações, em nova região, localizada às margens da BR-060 e a 18 quilômetros do local onde havia se desenvolvido o povoamento inicial.

Abadiânia é um município brasileiro do estado de Goiás, sua população estimada é de 14.000 habitantes, um dos lados da cidade, que é dividida pela rodovia federal BR-060, é ocupado principalmente por hotéis, pousadas e pontos comerciais voltados para o público estrangeiro.

Um dos principais pontos turísticos de Abadiânia é o lago artificial formado pela usina hidrelétrica de Corumbá IV, que gera energia para a cidade de Brasília. Porém, na cidade o lago não é usado para fins de abastecimento, pois nas margens, os fazendeiros venderam lotes de terra e tem se formado uma pequena vila de casas ocupadas principalmente em feriados, recessos e em meses de férias.

Também outra grande atração turística da cidade, mas esta internacional, é a Casa de Dom Inácio de Loyola, onde o famoso médium João Teixeira de Faria (que se auto intitula “João de Deus”) realiza suas operações cirúrgicas. A casa recebe visitantes de diversas partes do mundo, como gregos, eslovenos, canadenses, estadunidenses, franceses, coreanos, japoneses, irlandeses, entre outros.

Prefeitura

Wikipédia

Related Articles
Scroll Up